sábado, 18 de março de 2017

PENSAMENTOS SOLTOS...



A propósito DESTE POST AQUI, dei comigo a pensar que... 

... LER é viajar sim... através da leitura viajamos por lugares que nunca fomos, viajamos por memórias, viajamos por emoções... e nada melhor que a POESIA para viajar dentro de nós próprios.

Quando lemos poesia que alguém escreveu, porque vai ser descodificada e interpretada com base em tudo aquilo que vivemos e sentimos, não lemos o que o autor nos quis transmitir... mas aquilo que está escrito dentro de nós.


FONTE


20 comentários:

  1. Nunca tinha lido um poema de Mia Couto, embora eu seja uma amante da POESIA.

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Teresa,

      E ele tem poemas tão lindos...
      Também gosto de poesia, de a ler, de a escrever... e de me reinventar nela.


      Beijinhos... e bom fim de semana com poesia
      (^^)

      Eliminar
    2. Eu NUNCA li nada de Mia Couto, embora seja uma grande falta para alguém que tem sempre um livro à mão.

      Também desejo que o teu fim de semana seja com POESIA e música.

      Eliminar

    3. Obrigada Teresa, vou fazer por isso!
      (^^)

      Eliminar
  2. Adoro Mia Couto. E tenho o Raiz de Orvalho. Aliás Raiz de Orvalho e outros poemas.
    Um abraço e bom fim de semana

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Elvira,

      Hoje em dia, com tanta informação e obras difundidas pela Net, vamos conseguindo conhecer de tudo um pouco. Aliás, a Blogosfera é um excelente meio de divulgação de poesia.


      Beijinhos... e um poético fim de semana
      (^^)

      Eliminar
  3. Este poema está nos meus rascunhos há mais de dois anos....à espera que lhe dedique a viagem que fiz e faço quando o (re)leio.
    E a poesia é, para mim, o melhor meio de viajar...
    Mimos de longe ;)

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Esmeralda,

      O mote está dado... talvez agora te concedas essa viagem! :)


      Mimos de volta e em dobro, esperando que o longe se faça perto daqui por um mês e pouco!
      (^^)

      Eliminar
  4. Confesso que não tenho muita sensibilidade para a poesia, embora tenha lido alguma e não deixe de ler os poemas que os meus amigos e amigas da blogosfera escrevem. Admiro o vosso talento.
    Há muito que não leio Mia Couto (que tive o prazer de cumprimentar em Toronto há poucos anos), quando li todos os seus livros que a rede de bibliotecas possuia. Talvez, entretanto, já tivessem adquirido outros.
    Bjos e bom fim de semana. : )

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Catarina,

      Ler poesia e sentir prazer em lê-la pode não ser igual para todos... mas alguma sentimento ela nos desperta. Mesmo que seja um sentimento desagradável, ninguém lhe fica indiferente.


      Beijinhos à hora em que o sol se despede de forma poética no Mar.
      ((Foto acabada de tirar há minutos))
      (^^)

      Eliminar
  5. São belas viagens as que fazemos dentro dos livros. Sem dúvida.

    ResponderEliminar
  6. Mia Couto é um dos excelentes prosadores e poetas contemporâneos portugueses. Aliás o nosso País tem autênticos génios em todas as artes. Desde o cinema, escrita, pintura, escultura, teatro, música, etc.
    Tenho pena que não dediquemos mais tempo à nossa arte e não a exibamos em horas nobres na televisão, para que mais pessoas possam aceder as elas.
    Este poema é maravilhoso e este Blogue vale muito a pena visitar !
    Obrigado Afrodite

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já queria roubar Mia Couto a Moçambique ! :)).... no entanto escreve em Português !

      Eliminar
    2. Ricardi, Na Rtp2, há programas muito interessantes e de vez em quando poderás ouvir um actor cujo nome desconheço que diz poesia muito bem.
      bjs

      Eliminar
  7. Adoro ler os poemas de Mia Couto. aliás tudo o que é poesia me encanta e podia citar aqui outros nomes de grandes poetas que admiro.
    Não tenho nada a acrescentar ao que escreveste e muito bem.,roubei uma definição de poesia a Frederico Garcia Lorca e que gostei muito: "A poesia é a união de duas palavras que ninguém poderia supor que se juntariam, e que formam algo como um mistério".

    Beijinhos Afrodite

    ResponderEliminar
  8. Eu prefiro Prosa mas de vez em quando lá me apaixono por um poema, este é lindo.
    Fica bem.
    Bjs

    ResponderEliminar
  9. Tenho que reconhecer que neste teu texto, em termos poéticos, estiveste, no mínimo, ao nível do Mia Couto ! Lindo e poético o que escreveste !
    ... E por falar nisso, ...já há muito tempo que não nos brindas com um dos teus poemas !!!

    ResponderEliminar
  10. Minha Deusa...
    A ler blogues tbm se viaja. Vês? Estou agora em Braga, já fui a Macau, à Alemanha, Lisboa...
    Só tu!
    Kis ,:-)

    ResponderEliminar
  11. Cara Amiga Afrodite.
    O que seria da nossa existência sem a leitura?
    Se embarcares no vagão do Expresso do Oriente, sob meu comando, verás no livro de bordo, na página de ontem, que eu trouxe à baila a Amelinha.
    Caloroso abraço. Saudações leitoras.
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

    PS - Sempre que declamava a poesia - que te envio - no final meus agora outonais olhos ficavam em água:
    https://www.youtube.com/watch?v=eXlPyGK6pQ4

    ResponderEliminar
  12. É verdade, ler poesia é mesmo viajar dentro de nós próprios.
    E é uma viagem única, já que é diferente da do autor e da dos outros leitores.
    Afrodite, tem um bom resto de domingo e uma boa semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar