sexta-feira, 3 de março de 2017

O PATAMAR DA IMORTALIDADE...


Minha Querida... nunca pensei escrever-te um post assim... pois não admiti nunca que este dia pudesse chegar tão cedo.
Mas chegou... e com a chegada dele conquistaste o patamar da imortalidade.

E se o que escrevo é para Ti, é para saberes o quanto gosto de ti! Gosto da tua franqueza, do teu sorriso e da tua gargalhada fácil, da tua visão acutilante do mundo que nos rodeia...
Escrevo também para saberes o quanto te admiro... admiro a tua coragem e força de vontade, vontade de não desistir nunca. És e serás um exemplo para todos nós - nós os teus amigos - que te adoramos e que vamos sentir a falta da tua presença e das tuas palavras.

Recordo hoje as prendinhas que te dei por altura da celebração do 1º aniversário dos Jardins... e hoje volto a oferecer-te amores-perfeitos, porque sei que gostas deles. Não são lindos?




E a música que te ofereci na altura foi esta...





Mas isto não é um ADEUS... é um ATÉ SEMPRE AMIGA!!





NOTA: vejam por favor a HOMENAGEM COLECTIVA EM «COISAS DA FONTE»