quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

ANTES QUE O MUNDO ACABE...




Foto da Net



Antes que o mundo acabe,
 deita-te e prova
 Esse milagre do gosto
 Que se fez na minha boca
 Enquanto o mundo grita
 Belicoso...
 E nos cobrimos de beijos
 E de flores...
 ...antes que o mundo se acabe.
 Antes que acabe em nós
 Nosso desejo.

Hilda Hilst



A Ouvir ♫
Paolo Fresu - «No Potho Reposare» 

38 comentários:

  1. Gostei. Um poema muito bonito mesmo.
    Um abraço e bom feriado.

    À margem: Já agora, antes que o mundo acabe, estou perdida outra vez. Não quer dar um saltinho lá, e ver se conhece o lugar? Rsrsrs.

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Elvira,

      Hilda Hilst tem coisas lindas!
      Sabe bem ler sobre o AMOR e esquecer de tanta maldade e desgraça que existe no mundo.


      Bom feriado amiga e bons passeios!
      Beijinhos
      (^^)

      (vou lá espreitar para talvez me perder também!)

      Eliminar
  2. Que não se acabe o mundo,
    Os beijos,
    As flores,
    Os desejos.
    Que não se acabem os gritos,
    Os gemidos,
    Os toques,
    Os sentidos.

    Que caso acabem,
    Acabamos nós.
    Como a força do rio,
    Enfraquecida na foz.

    Com um ramo de :-) (sorrisos)

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. YM,

      Competir com Hilda Hilst não vale! :)
      É muito lindo o que escreveste!


      Beijinhos na Nascente
      (^^)

      Eliminar
    2. Competir, eu? Jamais. Sem as palavras dela, nada teria nascido.

      Com um ramo de :-) (sorrisos) poéticos.

      Eliminar

    3. A poesia é como a água. Esta brota das profundezas da terra... e a poesia brota das profundezas da alma.


      Beijinho poético
      (^^)

      Eliminar
  3. Venho algumas vezes aqui e saio de cá calma...com um sorriso nos lábios. Obrigada e um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Marina,

      Ainda bem... porque para stress e agitação já basta a vida lá fora! :)


      Um abraço apertadinho
      (^^)

      Eliminar
  4. Sexy shot.
    Plus incredibly beautiful music.
    Nicely done.
    xx

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Rick,

      Thanks my friend!
      Hope you're fine!


      Smooth kisses
      (^^)

      Eliminar
  5. Cara Madrinha Afrodite.
    Apreciei sobremaneira este belíssimo poema, que deixa patente como nossa existência e fugaz.
    Caloroso abraço. Saudações poéticas.
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Professor,

      Ora nem mais, fugaz mesmo! :(
      Mas não tão fugaz que não nos possamos ainda voltar a abraçar. No mês de Abril do ano vindouro espero ter a felicidade de nos abraçarmos de novo.


      Beijinhos e abraços
      (^^)

      Eliminar
  6. Palavras e música em sintonia, como sempre por aqui nestes jardins ;)

    Abreijo meu

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. FATifer,

      Obrigada meu lindo!
      E se nem sempre consigo, pelo menos tento.


      Beijão!
      Bom fim de semana
      (^^)

      Eliminar
  7. Não te percas, não te percas...fazes muita falta!
    Beijinhos :)))

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Papoila,

      Os meu Jardins não são assim tão grandes, não tenho como me perder! :)))


      Beijo enorme Amiga!
      Que tenhas um bom fim de semana
      (^^)

      Eliminar
  8. Ah o amor... Não o deixemos nunca para amanhã. :)

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Luísa,

      Sempre com palavras sábias! :)
      Ou então deixemos sim, para que haja amanhã; não nos podemos é esquecer de o festejar todos os dias!


      Beijinhos de hoje, que os de amanhã dou-tos depois fresquinhos
      (^^)

      Eliminar
  9. Não sei como o fotógrafo conseguiu... o lado direito da foto está um espanto. Não consigo desviar o olhar. : )))

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Catarina,

      Sabes o que me chateia em certas fotos? É eu não conseguir descobrir o autor. Evito usar imagens sem conhecer o autor para poder atribuir os créditos respectivos... mas esta acho-a muito bonita e não resisti a utilizá-la.


      Beijinhos no teu olhar
      (^^)

      Eliminar
  10. O poema merece ser lido. Li-o agora. A minha homenagem a Hilda Hilst.
    : )

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Catarina,

      Afinal sempre conseguiste desviar o olhar do lado direito da foto! ;))
      O poema é muito belo com uma mensagem muito profunda.
      Estou feliz por teres gostado.


      Beijinhos em tua homenagem
      (^^)

      Eliminar
  11. Pois possa acabar o mundo
    Não findará o amor
    Por ser mais superior
    Que todo o resto, no fundo.

    Grande abraço. Laerte.

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Laerte,

      O Amor é superior a tudo!
      Obrigada pela presença.


      Um abraço de volta
      (^^)

      Eliminar
  12. Lamentável que todo este mundo bélico, cheio de desavenças e guerras constantes entre os povos, raças, etnias, religiões, conflitos permanentes, nos façam desviar a atenção de tanto do que ele tem de belo, de amor, de entrega, de dádiva !!!
    Se conseguíssemos pôr de lado todas essas rixas e nos pudéssemos concentrar no amor, no dar e no receber amor, seguindo as belas palavras e sentires de Hilda Hiltz , como o mundo seria belo !!! ... Isso seria viver em plenitude !

    Mais tarde ou mais cedo, ele vai acabar para cada um de nós e é lamentável não termos tido a oportunidade, dessa "coisa maravilhosa", antes que acabe em nós o nosso desejo, neste "mundo cão" que um dia nos levará ! :(

    Beijos, ainda a tempo ! :)

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Rui,

      Por tudo isso é que a poesia faz falta na nossa vida.


      Beijinho poético
      (^^)

      Eliminar
  13. O amor como forma de esquecimento?
    Lamento!
    Não resulta!
    O mundo não muda

    (Nem acaba
    Palavra!)

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Rogério,

      Pelo contrário, o Amor é o único que consegue fazer mudar as pessoas. Aliás, se não fosse por ele, o mundo (ou pelo menos o mundo como o conhecemos) já não existiria!


      Beijinho de fé
      (^^)

      Eliminar
  14. Que lindos corpinhos Afrodite!
    sem uma graminha de gordura a mais :)))
    feliz dia poético,
    beijinhos
    Angela

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Angela,

      E até parece que estão a rodopiar entrelaçados um no outro! :))
      Hoje por cá tudo dança... mas com o vento! Até vai tudo p'lo ar!


      Beijinhos enviados pelo vento
      (^^)

      Eliminar
  15. A imagem e o poema em perfeita sintonia.
    Maravilha.
    Beijinhos, Bfds

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Pedro,

      Obrigada querido amigo!
      O mundo está mesmo a precisar é de sintonias e entendimentos.


      Beijo grande e votos de bom fim de semana
      (^^)

      Eliminar
  16. Profundo este poema que não conhecia!
    A imagem muito bem escolhida.

    Um beijinho querida.

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Adélia,

      É impossível lermos tudo e conhecermos tudo.
      Este é mais um da Hilda Hilst que adoro.


      Um beijinho Amiga!
      (^^)

      Eliminar
  17. Muito bonito e muito sensual... Gostei!

    Beijinhos pelo teu bom gosto.

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Graça,

      Obrigada minha querida, sabes bem como a tua opinião tem valor para mim.


      Um beijinho valioso
      (^^)

      Eliminar
  18. Cheguei aqui atrasado, nem sei como não reparei nesta publicação tua com uma foto, poema e música do trompetista Paolo Fresu, excelentemente bem escolhidas. Não fosses tua a Deusa Grega do Amor. Aqui ele transborda !!!

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Ricardo,

      Nunca chegas atrasado, aqui o tempo não é governado por Chronos... porque podemos viajar do presente para o passado e de novo para o presente à velocidade de um clic!
      Obrigada, acho que é uma espécie de "missão"... a de semear nos meus Jardins coisas belas e falar no bem maior... o AMOR!


      Beijos, a transbordar de um abraço
      (^^)

      Eliminar