quinta-feira, 22 de setembro de 2016

AS CORES DO OUTONO...



FONTE



OUTONO


Tarde pintada 
Por não sei que pintor. 
Nunca vi tanta cor 
Tão colorida! 
Se é de morte ou de vida, 
Não é comigo. 
Eu, simplesmente, digo 
Que há fantasia 
Neste dia, 
Que o mundo me parece 
Vestido por ciganas adivinhas, 
E que gosto de o ver, e me apetece 
Ter folhas, como as vinhas. 

Miguel Torga


a ouvir... 
Vivaldi - «As Quatro Estações - Outono»

26 comentários:

  1. O poema do outono. : )

    Feliz outono!
    Bjos

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Catarina,

      Só depois de ler o teu comentário me apercebi de uma falha (grave) no meu post...
      É que não tinha colocado música... por isso dedico a que então escolhi... a Ti.


      Beijinhos com dedicatória
      (^^)

      Eliminar
    2. Thanks, Afrodite!!!

      Vivaldi... sempre presente na minha vida.

      Bjos : )

      Eliminar
  2. That tree is on FIRE!
    Happy Autumn.

    P.S. I watched your Route 66 video. Natalie and Diana together -- it just doesn't get any better than that!

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Rick,

      This photo captured my eyes completely :)
      I Know You like this season... happy Autumn to you too!

      P.S. I love this duet! It was a hard choice (because the list is long and distinguished) but I'm happy with it.


      Red Kisses
      (^^)

      Eliminar
  3. Não consigo dizer o que é mais belo, o poema ou a foto. Mas, como sempre por aqui, estão em perfeita sintonia os dois!

    Abreijo meu,
    FATifer

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Fatifer,

      Obrigada :)
      Tinha em mente escrever algo meu... pois a imagem impressionou-me bastante e eu queria tentar soltar a "pena" num registo sensual, como as cores deste Outono de fogo!
      Só que a falta de tempo foi minha inimiga e acabei por ir revisitar um escritor que gosto muito e "pedir-lhe emprestado" o seu «Outono».


      Beijinhos (já) com saudades do Verão
      (^^)

      Eliminar
  4. Se a primavera é a estação em que a Natureza nos demonstra a vida...

    ...no outono demonstra-nos a sua vaidade...

    :)

    ResponderEliminar
  5. Bom post, Afrodite!
    Também estive de volta dessa música.
    Beijo

    ResponderEliminar
  6. Belo poema do Miguel Torga, muito bem ilustrado por uma fotografia magnifica, com as tonalidades douradas do Outono.
    Um abraço e bom fim-de-semana.
    Andarilhar

    ResponderEliminar
  7. Viva(ldi) Miguel Torga!
    Beijinho, deusa Afrodite ;)

    ResponderEliminar
  8. A estacão do ano mais agradável em Macau.
    Menos calor, menos humidade.
    O frio só começará a chegar lá para meio de Novembro, depois do Grande Prémio de Macau.
    Bjs, Bfds

    ResponderEliminar
  9. As cores outonais são maravilhosas. Poema e música ao meu gosto.

    Talvez seja neste Outono que nos vamos encontrar pela primeira vez, entretanto, desejo-te um Outono cheio de alegrias, querida AFRODITE.

    ResponderEliminar
  10. Uma estação cuja beleza só em adulto comecei realmente a descobrir.
    Entretanto, o seu comentário sobre o desconhecimento que os portugueses têm do seu próprio país, não caiu em saco roto. Como partilho da sua opinião, decidi fazer algo para dar a conhecer o país. No domingo, no On the rocks, direi o quê. Espero-a por lá. Beijinhos outonais

    ResponderEliminar
  11. E que lindas são as cores do outono!! Aprendi a gostar delas ( e dele) já depois de "entrada na idade"...

    Beijinhos dourados...

    ResponderEliminar
  12. A imagem é excelente, melhora na poesia de Torga e acaba em beleza no Vivaldi !
    Muito bem conjugado Afrodite

    ResponderEliminar
  13. Querida Clarinhamiga

    Tudo ais do que bom - bóptimo! Se alguém em Portugal merecia o Nobel da Literatura era o Dr. Adolfo Coelho da Rocha, uma rocha transmontana que ficou para a História com o pseudónimo de Miguel Torga. E disse.

    Bjs da Raquel e qjs do Leãozão

    Ainda ando a tentar postar o anúncio do IV Encontro etc. Amanhã, com a ajuda do meu neto Vicente conseguirei... De qualquer modo, muito obrigado

    ResponderEliminar
  14. Querida Afrodite,
    Sou uma alma de outono e adorei a forma como o celebraste aqui.
    Imagem, música e poesia, só pode dar em magia :)

    Um beijinho e bom domingo outonal

    ResponderEliminar
  15. Torga é aquele escritor e poeta que nos cativa sempre com a sua simplicidade. As cores de outono serão sempre espetaculares... :)

    Beijocas

    ResponderEliminar
  16. São as cores e a luz. A luz do outono tem um encanto especial. :)

    ResponderEliminar
  17. As cores "iluminam" a vida e feliz de quem as pode apreciar... Casa Estação tem o ser "charme", a sua graça. Gostei do Poema de Miguel Torga e da escolha musical.

    ResponderEliminar
  18. Adorei as cores de Outono e Torga é sempre aquele poeta que nos cativa.
    A música foi a a cereja no topo do bolo.

    Muitos beijinhos amiga

    ResponderEliminar
  19. Grande Miguel Torga.
    Mas as cores do Outono, na minha opinião, são mais bonitas à medida que vamos caminhando para o norte.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Jaime,

      Concordo com tudo o que dizes.
      As cores do nosso Minho são as cores do nosso coração! :)


      Beijinhos minhotos
      (^^)

      Eliminar
  20. AVISO

    Enquanto não consigo resolver o problema da regularização das datas da NOSSA TRAVESSA apresentadas nos vossos blogues, aviso que desde ontem há um novo artigo postado, de minha autoria e intitulado Mudanças Obrigado. Este AVISO será repetido sempre que seja postado um novo texto.

    Henrique, o Leãozão


    ResponderEliminar
  21. Poderá ser muito discutível dizer-se que a Estação A é melhor que a B e muito melhor que a C e que a D é para esquecer ! :))
    ... O que não deixa dúvida e atestado pela tua foto, o Outono é a de mais belas cores !!! ... Torga, di-lo muito melhor que eu !

    :)

    ResponderEliminar