sexta-feira, 4 de setembro de 2015

EM ESTADO DE GRAÇA...



... Joana Amaral Dias despe-se de preconceitos para a revista «Cristina»


FACEBOOK


FONTES:

26 comentários:

  1. I've always felt pregnancy doesn't keep a woman from looking and feeling sexy.

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Rick

      You're absolutely right.
      I can speak for myself... during pregnancy women have a special glow surrounding them.


      Glowing kisses
      (^^)

      Eliminar
  2. E havia necessidade? Não!
    Acrescente-se que a revista é o pior local para se falar de coisas sérias.
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. António

      Se havia ou não necessidade ela o saberá.
      Quanto ao artigo não li (não li ainda nenhuma edição desta revista) e por isso não sei se ela fala lá de coisas sérias ou a brincar.
      Confesso-te é que estou admirada contigo... fazia-te mais liberal.


      Beijinhos necessários de BFS
      (^^)

      Eliminar
  3. Subscrevo totalmente o comentário do Rick e a tua resposta !
    Por muito exposta que esteja uma mulher grávida, ela consegue transmitir sempre uma imagem "imaculada" e de pleno respeito, sem deixar de ser bela !
    O mesmo acontece no acto de maternidade ! Quem consegue ver "sexo" durante esse momento ? ...
    Não consigo ver nada de reprovável na decisão da JAD ! ... Ainda mais, pelo acompanhamento do pai do feto nessa foto !
    Claro que, na sociedade em que vivemos haverá muitas vozes críticas, saiba-se lá porquê !?
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Rui

      Uma mulher grávida tem sempre uma aura muito especial... porque a concepção encerra em si qualquer coisa de santidade e enorme respeito pela vida que o seu corpo carrega.

      Quanto às vozes críticas, aproveito o chavão antigo que dizia: «às palavras loucas faz orelhas moucas». Fala-se muito em palavras como TOLERÂNCIA e DEMOCRACIA... mas os maiores déspotas e intolerantes são aqueles que fazem ofício ou mero hobbie da arte de maldizer.


      Beijinhos tolerantes
      (^^)

      Eliminar
  4. Despe-se de preconceitos e não só. Mas que a fotografia está fabulosa, lá isso está. E suponho que todos temos o direito de escolher se posamos nus para fotos ou não, ninguém tem nada a ver com isso, por muito grávida, gorda, magra, marreca, etc. que a pessoa seja ou esteja.

    Contudo, não deixo de concordar que as revistas (de um modo geral) não são o local mais indicado para abordar e aprofundar um assunto sério desses. Mas lá está, se ela achou que era veículo para chegar a mais gente, quem sou eu para criticar?

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eheheh, todos temos o direito de escolher, como disse, mas nem todos somos convidados,evidentemente! :)))

      Eliminar
    2. Teté

      Falaste em «abordar e aprofundar um assunto sério desses»... e como eu não li a entrevista (no meu orçamento familiar não há verbas disponíveis para comprar revistas) pergunto: estás a falar do quê? De assuntos políticos? Segundo ouvi da boca da própria Cristina Ferreira, aquela não foi uma entrevista política.

      Mas... se por trás desta atitude de Joana A.D. existem objectivos políticos, bom... isso já é outra conversa! Ela por certo pesou bem os prós e os contras da sua escolha já que poderá influenciar positiva ou negativamente a opinião pública e isso, na hora de votar, pode fazer toda a diferença.


      Beijinhos marrecos, perdão... esbeltos
      (^^)

      Eliminar
    3. O assunto é a gravidez de risco, política parece-me muito normal ser tema (mesmo que de raspão) de qualquer revista, já que não é tão séria assim... ;)

      Dito isto, eu também não li, até pode ter sido uma entrevista muito interessante. E se serviu para desmistificar o tema, tanto melhor.Já quanto à sede de protagonismo da Joana ou doutro político qualquer,não tenho nada a acrescentar: são políticos, têm todos um bocado essa tendência...

      Beijinhos na belezura de fim de semana!

      Eliminar

    4. Certo! Compreendido e concordado! :))

      Beijão e continuação de BFS
      (^^)

      Eliminar
  5. Respostas

    1. Graça

      Interessante e, como já alguém disse, de pelo na venta!
      Determinação não lhe falta e rebeldia, pelos vistos, também não. A atestá-lo está o seu percurso de vida.
      Independentemente das cores políticas que defendam, fazem faltam mais mulheres como ela na cena política portuguesa.


      Beijinhos sem cor política
      (^^)

      Eliminar
  6. Está a dar que falar e que brincar... Fartei-me de rir com a capa destes dois: http://www.dn.pt/inicio/pessoas/interior.aspx?content_id=4761587&seccao=ntv

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Luísa

      heheheh, incorrigíveis este dois! :D
      Isto é um pratinho cheio para os humoristas!! Para os humoristas e para quem faz negócio com as fofocas.
      Mas a bem dizer, essas são as regras do jogo: quem se expõe é porque quer que as pessoas falem. E quando se trata de uma pessoa classificada como figura pública, não há como não falar. Só é pena que nem todos saibam fazê-lo de forma construtiva.


      Beijinhos risonhos
      (^^)

      Eliminar
  7. Por norma não leio revistas, esta nem sequer conheço!

    Um bom fim de semana e um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Adélia

      Eu folheio algumas (as que aparecem à mão) em cabeleireiros ou consultórios médicos mas, não tenho por hábito comprá-las. Isso não quer dizer que não conheça os nomes de algumas que estão nos escaparates das papelarias.
      Esta em questão é uma revista mensal, o nº 1 foi lançado apenas em Março, da qual a apresentadora da Tvi Cristina Ferreira é "a cara".

      Bom fim de semana para ti também
      Muitos beijinhos Amiga
      (^^)

      Eliminar
  8. A primeira celebridade grávida a posar para uma revista - Vanity Fair – foi Demi Moore em 1991 (acabei de confirmar o ano). Quem não se recorda daquela capa de revista! Deu que falar. A partir daí muitas outras fizeram o mesmo, como se se tivesse iniciado uma moda.
    Não sabia de quem se tratava e pesquisei. Esta senhora é então líder do partido Agir. Independentemente das prioridades do partido, essa candidata, no Canadá ou nos EU (países de certa forma conservadores) não ganharia nas eleições. Nudez (independentemente da mensagem que pretende transmitir) e eleições políticas não combinam!

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Catarina

      Lembro-me bem dessa capa. Linda de morrer!! (mas eu sou fã da Demi Moore, por isso não consigo dar uma opinião 100% imparcial) :)

      Dizes bem: "Nudez e eleições políticas não combinam". E não é só no Canadá ou nos EUA.
      Agora pensa comigo: um eleitor que leia o programa do partido AGIR e se sinta identificado com ele ao ponto de decidir ser essa a sua orientação de voto, será que na hora de colocar lá a cruzinha vai mudar de ideias só por causa da cabeça de lista ter levado bastante a sério o tal direito à liberdade de expressão?

      Nota muito pessoal:
      Não conto votar nela... mas não é por causa das belíssimas fotos que fez.
      (^^)

      Eliminar
  9. Independentemente....

    Gosto de repetir as coisas 3 vezes!! : ))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ó rapariga, tu estás à vontade! (mi casa es su casa)

      (^^)

      Eliminar
  10. Acabei por encontrar uma das entrevistas com a Joana.

    (Joana and I are already on first name terms!!!) : ))

    Quando ela se refere a Portugal como Portugalinho - diminutivo aqui com uma conoção derrogatória - , e o adjetiva de atrasado, salazarento... bem, a senhora não vai lá... mesmo com uma campanha eleitoral bem montada!
    Primeiro pensei que estava acompanhada pelo marido; li que é namorado (tudo bem!! Muito giro, por sinal!) e que tem um filho de 19 anos.

    A Joana considera esta foto como uma demonstração da sua liberdade de expressão. Na minha opinião (deixa-me acrescentar “modesta opinião” – fica sempre bem!!) esta liberdade de expressão não se coaduna com campanhas eleitorais sérias. Depois diz que não entende estas reações tsunâmicas tipo terramoto 1755. A senhora está a mostrar-se muito “desentendida”, para uma pessoa inteligente e bem formada.

    Tenho dito!

    Boa noite!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ela tomou uma decisão politicamente arriscada, isso ninguém pode negar nem mesmo ela.
      Se esta polémica toda lhe vai render mais popularidade (e logo mais votos) ou se vai funcionar negativamente causando até instabilidade no seu seio partidário logo se verá.
      Agora, e aqui para nós que ninguém nos ouve, a senhora tem é um ego de um tamanho descomunal... porque comparar os efeitos do seu gesto ao terramoto de 1755... vai lá vai!!!


      Beijinhos em calmaria domingueira
      (^^)

      Eliminar
  11. Querida Afrodite é bom estar de volta, mas venho mesmo a precisar de férias :)

    Quanto ao assunto em questão, cada um faz o que quer e aceita O RISCO dessa decisão, embora eu fosse incapaz de me expor assim.

    Um beijinho azul para ti



    ResponderEliminar
    Respostas



    1. Então?
      Tu vens de férias a precisar de férias!? Bom, mas isso é muito comum! :D

      Eu concordo contigo.
      Aliás, o título da capa está muito bem conseguido... porque afinal ele tem dois significados distintos. Basta saber ler nas entrelinhas.


      Beijinhos da cor que te fizer feliz
      (^^)

      Eliminar
  12. E por que não se terá despido também o cavalheiro?
    Bjs

    ResponderEliminar