domingo, 22 de março de 2015

DIA DA POESIA... É TODOS OS DIAS!



Trabalho de Lauri Blank


Segredo

 
Não contes do meu 
vestido 
que tiro pela cabeça 

nem que corro os 
cortinados 
para uma sombra mais espessa 

Deixa que feche o 
anel 
em redor do teu pescoço 
com as minhas longas 
pernas 
e a sombra do meu poço 

Não contes do meu 
novelo 
nem da roca de fiar 

nem o que faço 
com eles 
a fim de te ouvir gritar. 

Maria Teresa Horta, in “Poesia Completa” 




a ouvir... 

Yiruma - «Poemusic»

14 comentários:

  1. Deusamiga

    Adoro a Maria Teresa Horta que, aliás, conheço bastante bem. Quando eu estava em Angola ela, a Maria Isabel Barreno e Maria Velho da Costa, as (Três Marias), em conjunto lançaram o livro "Novas Cartas Portuguesas", que, na época, gerou forte impacto e contestação. Foi, se não me engano, em 1972.

    Depois do 25 de Abril, acompanhei a minha (in)subordinada e grande Amiga Alice Vieira que lhe fez uma entrevista para o “DN”. Daí resultaram muitos encontros, conversas e discussões sobre o tema da feminilidade, tema de que sempre gostou muito.

    Com esta publicação, minha querida fizeste vir-me à memória essa grande Mulher. Por isso te agradeço a ideia e a concretização dela…

    Qjs com especiarias


    ResponderEliminar
  2. Sem dúvida...

    Maria Teresa Horta, a minha poetisa preferida!

    beijinhos.

    ResponderEliminar
  3. Linda a imagem escolhida, tal como o delicioso poema de Maria Teresa Horta.

    Beijos e boa semana, Afrodite!

    ResponderEliminar
  4. Olá Afrodite
    um lindo poema de sexy sentido e efeito flamejante!
    boa noite :)
    Angela

    ResponderEliminar
  5. Não contarei do teu
    novelo
    nem da tua roca de fiar

    o que fazes
    com eles, não são coisas de contar

    ResponderEliminar
  6. Prometo guardar segredo :))
    beijinhos, votos de boa semana

    ResponderEliminar
  7. Tem toda a razão minha amiga dia da poesia são todos os dias. Gosto muito de Maria Teresa Horta o livro que ela escreveu sobre a Marquesa de Alorna, "As luzes de Leonor" é uma obra de arte.
    Um abraço e uma boa semana.

    ResponderEliminar
  8. Tem toda a razão minha amiga dia da poesia são todos os dias. Gosto muito de Maria Teresa Horta o livro que ela escreveu sobre a Marquesa de Alorna, "As luzes de Leonor" é uma obra de arte.
    Um abraço e uma boa semana.

    ResponderEliminar
  9. Sempre pensei que segredos destes não se contam ! ...
    Ah ! ... Maria Teresa Horta ! ... Conta mais, conta mais, que adorei este ! ... A minha boca é um túmulo. Podes contar !
    Adoro anéis, poços e rocas de fiar ... e então gritar, .... uuuffffa !!! :))

    Belíssima poesia ! ...

    ResponderEliminar
  10. Deusamiga

    Volto apenas te dizer que:

    PS - Uma breve informação que não dei em tempo oportuno para não preocupar a maltamiga: estive mesmo em risco de me amputarem a perna pelo joelho!!! Mas, felizmente tudo está bem quando acaba bem

    + qjs goeses

    ResponderEliminar
  11. Excelente a Maria Teresa Horta, a pintura de Lauri Blank e a música de Yiruma.
    Obrigado Afrodite por mais este momento de equilíbrio !

    ResponderEliminar
  12. Todos os dias são poemas, basta saber inventá-los a cada momento.
    Adorei a tua escolha!

    Beijos para uma deusa :)

    Manu

    ResponderEliminar
  13. E que perdure para sempre, a poesia!

    ResponderEliminar