sábado, 9 de novembro de 2013

DANÇA COMIGO...






Convida-me para dançar

Cobre o meu corpo com os teus beijos
Quentes, mágicos, fonte de desejos

Quero a ti me entregar
Faz-me soltar mil gemidos
Põe-me alerta todos os meus sentidos

Rasga-me toda a minha roupa
Faz-me tua, põe-me louca
Põe-me na boca um travo a mel
Quero sentir-te na minha pele

Quero contar-te segredos
Estar contigo até de madrugada
Percorrer-te com os meus dedos
Limpar a tua testa molhada
E esquecer-me dos meus medos

Completa o meu corpo desnudo
Sacia-me este desejo mudo
E então faz-me gritar de dor e de prazer
Quero sentir-me ainda mais mulher
E finalmente jazer em teus braços
Saboreando intensamente os nossos cansaços.




a ouvir... 

80 comentários:

  1. Respostas

    1. Briana

      Já tinha saudades de postar algo mais "spicy"...


      Beijinhos condimentados
      (^^)

      Eliminar
  2. Hummmmmmmmmmmmmmm...deliciosamente escaldante! Temos sucessora de Maria Teresa Horta!

    Sensualidade, paixão, desejo...a dança da carne!!!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Elisa

      Deixaste-me corada como um tomate!
      Não mereço ser comparada a essa grande poetisa!... Eu apenas brinco com as palavras.


      Obrigada, de coração.
      Beijinhos envergonhados
      (^^)

      Eliminar
  3. Muito bonito o teu poema. Intenso, provocador.
    A maravilhosa dança dos corpos...

    Beijinho grande*

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. AC

      A dança dos corpos... aquela que se dança ao ritmo próprio de cada casal de amantes.


      Beijinhos intensos
      (^^)

      Eliminar
  4. Intenso. Adorei.Parabéns.
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Maria do Sol

      Obrigada, fico satisfeita por teres gostado.
      Já era hora de voltar a publicar algo mais "quente" para esquecer os dias que já vão ficando frios... hehehe


      Beijinhos para ti também
      (^^)

      Eliminar
  5. A poesia habita contigo. Um tango merece sempre outro Tango

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Ricardo

      Agora deixaste-me sem palavras!
      Mas não preciso de dizer nada... pois enquanto dançamos não são necessárias as palavras! :)


      Beijinhos dançantes
      (^^)

      Eliminar
  6. Depois de tanta coisa linda com que nos presenteaste não podias regressar com melhor 'prenda'!

    Adoro o tango. Não sei se ainda o saberia dançar como nos bons velhos tempos, de qualquer modo quem queres que te convide para dançar...não sou eu, obviamente! :))

    Dança e vive intensamente, de acordo com os teus desejos.
    Adorei o poema! Mas.. esse "finalmente jazer", fez-me estremecer, sabias? Depois de jazer já nada mais se pode saborear, Amiga. Depois de desfalecer, sim!:))


    Beijinhos animados ao ritmo argentino.:)

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Janita

      Não és tu?? Bem... podias ser minha professora, uma vez que eu nunca aprendi a dançar o tango... :)

      Obrigada pela tuas palavras amiga... fiquei com um enorme sorriso por te ler assim de forma tão arrebatada!


      Beijinhos vivos
      (^^)

      Eliminar
  7. Pelos vistos a festa continua! :)
    Um poema ardente, cadente, direi mais...incandescente!

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Rosa

      Cadente e bastante musical foi também o teu comentário... mas não admira porque tu tens música dentro de ti :))


      Beijinhos em ritmo allegro
      (^^)

      Eliminar
  8. Quando um poema diz tudo, paraquê palavras.

    1 blog PALAVRAS DO MAR

    http://diogo-mar.blogspot.com/


    2 A MINHA MANTINHA

    http://diogo7mar.blogspot.pt/

    blogs diferentes, mas com a mesma paixão, a escrita.

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Diogo

      Obrigada! :)
      Já por lá passei... e vou voltar passar com mais calma.
      As palavras, desde que não sejam usadas como arma de arremesso, são sempre bem vindas!


      Tudo de bom para ti
      (^^)

      Eliminar
  9. Respostas

    1. Catarina

      Há danças e danças... mas quase todas são agradáveis.
      Lembrei-me agora de uma música divertida e que dizia "VOULEZ VOUS DANSER"...
      Conheces?


      Tanti bacci
      (^^)

      Eliminar
  10. Uma dança muito especial assim como todo o desejo que domina a dança.
    Assim vale a pena viver e dançar sem parar para sentir o prazer...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Luís

      Dançar é de facto sinónimo de prazer... independentemente qual a dança que tivermos em mente.

      É bom voltar a ver-te por cá.
      Beijinhos
      (^^)

      Eliminar
  11. Poesia que seduz. Excelente.
    Beijinhos sedutores, ;))))

    (Piazzolla é sempre bem vindo)

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Luciano

      Obrigada Amigo!
      Sabe tão bem ver-te aqui :)


      Beijinhos "Piazzollados"!
      (^^)

      Eliminar
  12. Mesmo ao pé coxinho ... estou lá :)

    'Bora nessa'
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Observador

      Maluco páh... :))))
      Trata de te pôr bom primeiro sim??


      Beijinhos refrescantes
      (^^)

      Eliminar
  13. Cara amiga Afrodite!
    Vibrei intensamente ao ler o abrasador poema que maravilhosa e divinal verve nos brindou!
    Como é revigorante saber que neste maltratado e fascinante mundo que vivemos têm seres viventes como você!
    Caloroso abraço! Saudações terpsiscoreianas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Um ser vivente em busca do conhecimento

    PS - Espero que aprecie o mimo que lhe envio:
    http://www.youtube.com/watch?v=6rv4IvjaC78

    A lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, disse-me que deseja que você a visite na cabine nº 5, quando você embarcar no vagão do Expresso do Oriente, sob meu comando, porque ela tem coisas do arco-da-velha para lhe contar do tempo que ela era caminhoneiro e percorria as estradas espanholas.

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Prof. João Paulo

      Grata pelas suas simpáticas palavras e pelo excerto do filme "All that jazz" que sabe sempre bem rever.
      A Agrado é uma caixinha de surpresas e deve ter de facto muitas histórias para contar! Não esqueçamos que ela é mui autêntica. :))


      Beijinhos de amizade
      (^^)

      Eliminar
  14. Que saudades das tuas palavras postas em poemas. Adorei, adorei, adorei. És grande!

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Diana

      Confesso-te que também já tinha "saudades de mim"! :)
      Obrigada... e tu és uma grande querida!


      Beijinhos confessados
      (^^)

      Eliminar
  15. Gostei mesmo muito Afrodite...uma poesia à medida do teu nome!!
    Bjs
    maria

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Maria

      Obrigada! :
      Mas se é à medida do meu nome... devo revelar-te que também me chamo Maria! :)


      Beijinhos revelados
      (^^)

      Eliminar
  16. Sensual...Amei!!!
    Beijinhos e escreve sempre!

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Marina

      Obrigada pelas palavras de incentivo. Às vezes fazem falta umas palavrinhas em jeito de empurrão para vencermos a preguiça!
      Vou tentar respeitar o teu pedido.

      Beijinhos prometidos
      (^^)

      Eliminar
  17. A dança da luxúria que faz jorrar prazer!

    Beijos

    Poline
    polineblue.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Poline Blue

      A luxúria é um sentimento muitas vezes visto com maus olhos... mas é algo inato ao ser humano.


      Felicidades
      (^^)

      Eliminar
  18. Com um intenso e vulcânico estertor de desejo e paixão, fez a Afrodite uns belos versos! Que até tiveram o condão de me levar destes tempos de gosto pelas belas fogueiras, até aos já idos de caçador de vulcões

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Rufino

      Tu é que devias escrever poesia... aliás, o teu comentário é pura poesia!!
      Gostei muito.


      Beijinhos arrebatados
      (^^)

      Eliminar
  19. Uhhh, Afrodite, deusa do Amor! E está tudo dito, não?...

    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Graça

      Quando decidi iniciar este projecto, o momento chave das decisões referentes ao nome do blogue e ao meu "novo nome" foi muito complicado. Tinha receio que o nome fosse muito banal... ou que não me levassem a sério... ou até que fosse motivo para me faltarem ao respeito.
      Hoje congratulo-me pela decisão que tomei e sou feliz porque tenho os amigos mais fantásticos que se pode ter.


      Beijinhos celestiais
      (^^)

      Eliminar
  20. Este poema, ao ritmo de um tango, é mesmo de nos conduzir às nuvens!

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Manuel

      Sabe bem flutuar... e deixar-nos ir de olhos fechados guiados apenas pelo toque dos sentidos.
      Obrigada por conduzires os teus dedos até aqui.


      Beijinhos etéreos
      (^^)

      Eliminar
  21. Olá,
    parabéns pelo lindo poema e pelo sem dom poético.
    Dançar o amor sem tabus é uma dança fantástica e necessária.
    Abraço
    ag

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. António

      A dança do amor é fantástica sim especialmente quando transcende a nossa condição animal... quando é elevada a patamares apenas do entendimento da alma.


      Beijinhos poéticos
      (^^)

      Eliminar
  22. Já tinha saudades de um destes poemas ardentes.
    Boa semana!

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Pedro

      Foi muito tempo de jejum... mas já acabou!
      Também já tinha saudades de voltar a pegar na "pena"!... tenho de o fazer mais vezes, haja inspiração!


      Beijinhos inspirados
      (^^)

      Eliminar
  23. Também já estava com saudades destes teus posts, mas o que me surpreendeu de verdade foi o teu poema ! ... Fantástico, quente, abrasador, perfeito !!!
    Já tinhas mostrado talento para a prosa, mas (eu) não tinha ainda visto esse mesmo talento para a poesia ! ... Deixas-nos com "água na boca", de vários modos ! :))) ... forma e conteúdo ! :))))
    Parabéns !!!
    Bjs !
    .

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Rui

      A admiração e carinho que sinto por ti fazem com que tenha um respeito enorme por tudo o que escreves. Só que chego a ficar "encabulada"... e assim não vale!
      As tuas palavras (e as de todos os que me têm apoiado) dão-me o elã para continuar estes exercícios de escrita que se resumem ao prazer de brincar com as palavras.


      Obrigada meu querido
      Um forte abraço
      (^^)

      (o relógio ainda está a contar os segundos) :))

      Eliminar
    2. Sempre 20 minha querida Amiga ! ehehe ... mas não te quero encabulada, que não é caso para isso. Sou muito sincero !

      :))) mais um dos ditos ! eheheh
      .

      Eliminar
  24. 2.º comentário
    Quando danço também penso, “onde estão aqueles que me diziam que nunca me iriam esquecer?”
    beijo dançante
    ag

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. António

      A vida está em constante devir... e o que é certo, inadiável e eterno para nós num determinado momento da nossa vida, pode desvanecer... e passar a ser apenas... passado.


      Beijinhos presentes e sempre a olhar para o futuro
      (^^)

      Eliminar
  25. Saboreei cada palavra deste teu poema...Desfrutei cada som, cada cada compasso. Ouvi o Libertango enquanto abraçava as tuas palavras... Beijos...

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Tio

      E eu saboreei-as à medida que as escrevia... porque foram mais sentidas do que pensadas.
      E a música... a música também ajuda, veste-as de ritmo e cor.


      Beijos em tons quentes
      (^^)

      Eliminar
  26. Só mulheres românticas têm o dom de fazer poesia sensual e vibrante.
    Gostei.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As mulheres não românticas não têm o dom de fazer poesia sensual e vibrante, mas gosta de lê-la.
      Gostei mesmo muito!

      Eliminar

    2. Cantinho

      Obrigada Minha querida. Curiosamente eu até há alguns anos atrás achava que nem era muito dada a romantismos... mas a vida mostrou-me que eu estava enganada! :)


      Beijinhos honrados
      (^^)

      Eliminar

    3. Teresa

      Ora lá está! O romantismo e a sensualidade podem cultivar-se... basta que haja sentimento e alguém a quem nos darmos por inteiro.


      Beijinhos completos
      (^^)

      Eliminar
  27. Tenho pena de não poder convidar ninguém para dançar o tango. Sou pé de chumbo!
    Beijinhos de passos trocados

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Carlos

      Não seja por isso!! Se não convidas para um tango convidas para outra dança qualquer! :)


      Beijinhos flutuantes
      (^^)

      Eliminar
  28. A D O R E I E S T E P O E M A A R D E N T E ! ! !

    Vou traduzi-lo para alemão e dá-lo ao meu "Kraut", que não é pé de chumbo, quem é pé de chumbo sou eu, e depois digo-te se valeu a pena.

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Teresa

      Por acaso deixas-me curiosa do resultado final!...
      O pior é que a métrica perde-se... a cadência e o ritmo alteram-se!
      Mas experimenta... e conta sim, aqui ao meu ouvido que ninguém nos ouve! :))


      Beijinhos segredados
      (^^)

      Eliminar
  29. Palavras quentes e poderosas.

    tens dom, querida deusa!

    beijos

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Pérola

      Obrigada minha querida.
      O pior é que a inspiração só aparece muito raramente... e eu limito-me a esperar que ela dê um ar de sua graça.


      Beijinhos pacientes
      (^^)

      Eliminar
  30. Dança sensual e pujante!

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. S*

      Tal como a dança entre duas pessoas que se amam deve ser.


      Beijinhos e bom regresso de férias
      (^^)

      Eliminar
  31. UAU!!! Que lindo! Parabéns por esta veia artistica.
    xx

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Papoila

      Obrigada querida amiga! Tem dias, tem dias... :))


      Beijinhos em dia de sol
      (^^)

      Eliminar
  32. Respostas

    1. Luísa

      E é lá possível dançar-se um tango sem ser de forma sedutora?
      A própria vida é uma dança que nos seduz!


      Beijinhos cheios de vida
      (^^)

      Eliminar
  33. Tá bem!
    O tango não precisa de palavras, digo eu, que nada sei.
    Mas estas palavras também não precisam de tango, diz o meu outro eu,
    porque elas próprias são uma grandiosa sinfonia!

    Beijo bom!

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Leão

      Mas se juntarmos o tango às palavras consegue-se um efeito dois em um,.. como juntar o champô ao amaciador...( hehehe)


      Beijinhos sinfónicos
      (^^)

      Eliminar
  34. Ainda tens fôlego para mais uma dança?

    Anda poesia no ar e chegam-se os poetas à frente. Dizia eu há dias a uma vizinha nossa que se eu fosse poeta mudava de profissão, tal a falta deles que há na música moderna. Eu acho que deves aproveitar :)

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Ness

      Para dançar contigo tenho sempre fôlego :-)))
      Mas quem me dera ter engenho e arte para escrever letras de canções. Nos dias que correm, dava jeito arranjar mais um "tachito".

      Beijinhos rodopiantes
      (^^)

      Eliminar
  35. Bem, passo só para te desejar um excelente FDS.
    Ainda não estás cansada de dançar tango, ou nenhum cavalheiro respondeu à chamada?
    Beijinhos curiosos

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Carlos

      Esta foi uma semana atípica em que tive acesso limitado a estas bandas.
      Mas nesta semana que hoje entra conto voltar à vossa companhia e a publicar novamente.

      Obrigada pelo carinho.
      Desejo-te uma excelente semana
      (^^)

      Eliminar
  36. Todos nós nascemos com determinada vocação e, embora gostasse, reconheço que não nasci para dançar...

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Lynce

      Olá meu querido.
      Com certeza, cada um nasce para o que nasce... e tu tens mais jeito para outras danças.


      Beijinhos renascidos
      (^^)

      Eliminar
  37. Sensualmente inspirada!
    Parabéns pelas palavras, emoções e sensações...

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. mmm's

      Obrigada :-)
      Gostei que tivesses gostado.


      Beijinhos sentidos
      (^^)

      Eliminar
  38. Um poema que rima com teu jardim
    Danço contigo
    Sim?

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Rogério

      E o gosto será todo meu!
      (^^)

      Eliminar