quarta-feira, 27 de novembro de 2013

A VIDA É (uma encruzilhada) FEITA DE ESCOLHAS...



Foto de Sergey



... e sempre que optarmos por fazer algo
 ou seguir um determinado caminho,
há sempre uma infinidade de coisas que ficam por fazer
e infinitos caminhos que ficam por percorrer.



ADENDA:
O Professor João Paulo deixou no seu comentário um valioso contributo... a poesia da poetisa brasileira CECÍLIA MEIRELES que expressa tão bem esta mesma ideia.

Podem ver AQUI:

32 comentários:

  1. temos sempre que escolher um caminho.. nunca podemos fazer todas as possibilidades

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Briana

      Pois não... e por isso ficamos sempre a pensar nos "ses" da vida.


      Beijinhos no caminho certo até a ti
      (^^)

      Eliminar
  2. Às vezes questiono-me porque tenho que ser apenas um.
    Com os projectos de vida que criei e que alimento, dava-me jeito
    ser pelo menos mais um.
    Essa coisa da clonagem vai dar imenso jeito aos tipos como eu, no futuro.
    Bom, se cada um dos clones não começar, ele próprio, a pensar...

    Jinhos (completos) ;)

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Leão

      Uns mais, outros menos, mas todos nos queixamos de que o dia não tem horas suficientes para tudo o que queremos fazer... e quantos não desejávamos poder estar em mais do que um sítio ao mesmo tempo!
      Clones? Nada disso! A unicidade é que nos permite sermos especiais!


      Beijinnos especiais em ti
      (^^)

      Eliminar
  3. E ninguém sabe como seria se tivesse sido de outra maneira! :)
    Às vezes não chegamos a escolher...somos escolhidas/os pelo acaso...ou lá como essa "coisa" se chama!

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Rosinha

      Ainda bem que não sabemos. Já basta as situações em que nos arrependemos mesmo sem sabermos como teria sido do outro modo.
      Acaso, livre arbítrio, sina, sorte, fado... são tantas as variáveis que existem na vida de uma pessoa mas nós apenas conseguimos controlar uma parte.

      Hoje escolho dar-te beijinhos
      (^^)

      Eliminar
  4. ... Só que às vezes complicamos as coisas simples e aquilo que nos parece uma infinidade, afinal é apenas uma "escolha" entre duas "opções" !
    O nosso cérebro, tal como a nossa vista, vê confusão no que é simples ! :((

    Abraço encruzilhado só com uma escolha ! :))
    .

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Rui

      Temos o hábito de complicar sim... mas normalmente só mais tarde, quando olhamos para trás, percebemos que a vida podia ser mais simples se apenas dessemos importância às coisas vedadeiramente importantes. Mas a escolhas normalmente são dificeis precisamente porque muitas delas são irreversíveis...

      Beijinhos com sentido reversível
      (^^)

      Eliminar
  5. Nesse sentido, aconselho a leitura do "Um" de Richard Bach.

    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Maria do Sol
      Do Richard Bach só conheço o "Fernão Capelo Gaivota". Vou pesquisar para ver do que se trata. Mas aproveito a deixa do título para acrescentar que são as nossas escolhas ao longo da vida (e olha que só por dia fazemos milhares delas) que nos tornam ÚNICOS... one in millions.

      ONE kiss to you
      (^^)

      Eliminar
  6. Ah … escolher… quanto mais vivo mas concordo que a aprendizagem mais importante que podemos ter é a de não nos arrependermos das escolhas que fazemos ao mesmo tempo que retiramos lições das que consideramos menos acertadas.

    Um abraço (só para poder ser entrelaçado)
    FATifer

    PS - excelente foto como sempre!

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. FATifer

      É um lugar comum o que vou dizer, mas é bem verdade que é com o nossos erros que nós aprendemos! (se bem que às vezes nem isso, pois quantas vezes voltamos a cometer os mesmos erros por teimarmos em fazer escolhas erradas)


      Beijinhos em ti sem qualquer erro ou engano
      (^^)

      Eliminar
  7. Cara Amiga Afrodite!
    Por Dionísio, como o seu precioso e inigualável Jardins está irradiando um odor agradabilíssimo, que me deixou inebriado!
    Ao me deparar com esta reflexiva publicação, fiquei cá a divagar que quando abrimos portas outras fecham.
    Também lembrei do sensibilíssimo poema da inesquecível poetisa Cecília Meireles (1901-1964)
    "Ou isto ou aquilo":
    http://www.youtube.com/watch?v=b93ZBBJBz2U
    Caloroso abraço! Saudações meirelesianas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Um ser vivente em busca do conhecimento

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Querido Professor João Paulo

      Fiquei encantada com o poema da grande poetisa e logo que possa irei acrescentá-lo à edição deste post pois espelha na exacta medida o que quis transmitir.
      A palavra obrigada é muito pouco para o grande agradecimento que lhe fico a dever.

      E na escolha entre um beijo ou um abraço escolho os dois para lhe dar
      (^^)

      Eliminar
  8. A vida é de facto um permanente caminho de escolhas, de opções com ganhos e perdas, que, sempre que possível, devemos fazer de forma sábia. Mas, irònicamente, os factos mais importantes da nossa vida costumam ser obra do acaso.

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Porfírio

      Não sei se os mais importantes são obra do acaso, julgo que os mais importantes derivarão das nossas escolhas mais bem pensadas. De todo o modo, a coisa mais importante na nossa VIDA aconteceu sem a nossa decisão... e estou a falar no nosso nascimento.

      Beijinhos vivos
      (^^)

      Eliminar
  9. Mas, mesmo assim, há que fazer escolhas.
    E saber viver com essas escolhas.

    A foto é fantástica!
    Beijinhos!!

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Pedro

      Que remédio nós temos senão viver com as nossas escolhas, tenham sido elas boas ou más.
      Mas também te digo: feliz aquele que pode fazer escolhas... pois infelizmente há situações na nossa vida que não nos deixam escolha.

      Beijinhos escolhidos em amizade
      (^^)

      Eliminar
  10. A verdade é que estamos condenados a fazer escolhas e não há volta a dar-lhe
    Beijinhos escolhidos

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Carlos

      Há escolhas que nos dá imenso prazer fazer... não é necessariamente uma coisa má.

      Beijinhos com prazer
      (^^)

      Eliminar
  11. Com maior ou menor grau de indecisão temos sempre que escolher. Umas vezes bem, outras, mal. :)

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Luisa

      E olha que há decisões que, por serem tão difíceis, andamos indecisos e a "empurrar com a barriga" a hora de as tomar! O medo de errar tolhe-nos as decisões.

      Beijinhos sem erros
      (^^)

      Eliminar
  12. Não podemos seguir por todos os caminhos, que se há de fazer?!
    A fotografia está um espanto!

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Graça

      Não podemos de facto experimentar todas as opções... mas olha que há muitos caminhos que não interessam nada!!
      A foto é fantástica e o jogo de simetrias é notável. Adoro!

      Beijinhos|sohnijieB
      (^^)

      Eliminar
  13. A foto está espectacular !
    Eu diria que a nossa vida é como a teia das aranhas. Queremos muito que lá caiam, não sabemos quem vai cair, e muitas vezes não eram propriamente aqueles que que queríamos que caissem. Muitos caminhos a percorrer e muitas vezes escolhas complexas...

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Ricardo

      Escolhas complexas, dizes bem... e essa analogia às teias de aranha está bem conseguida, até porque a fotografia foi o que me fez lembrar logo no 1º segundo que olhei para ela, uma enorme aranha!


      Beijinhos emaranhados
      (^^)

      Eliminar
  14. Respostas

    1. Pedro

      E com o tempo que eu demorei a responder, já é altura de te voltar a desejar uma excelente semana!

      (^^)

      Eliminar
  15. Uma vez iniciei um texto que nunca cheguei a terminar:

    "Dorothy não sabia,
    Capuchinho não quis saber,
    Que todos temos um caminho
    ... certo para percorrer!".

    Uma seguiu o caminho dos tijolos amarelos,
    a outra meteu-se com o Lobo Mau :-)

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. YellowMcGregor

      Notável essa relação!
      A Dorothy não encontrou um lobo... mas encontrou um leão!
      E por falares na Yellow brick road, AQUI te deixo um mimo de boas vindas!

      Obrigada pelo comentário
      (^^)

      Eliminar
  16. Se não houver encruzilhadas também não pode haver escolhas...E a nossa vida seria um tédio!

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Tio

      Hundred per cent agree :))


      Beijinhos em sintonia
      (^^)

      Eliminar