sábado, 15 de dezembro de 2012

DÁ A SURPRESA DE SER




Foto de Martin Zurmühle





Dá a Surpresa de Ser


Dá a surpresa de ser. 
É alta, de um louro escuro. 
Faz bem só pensar em ver 
Seu corpo meio maduro. 

Seus seios altos parecem 
(Se ela estivesse deitada) 
Dois montinhos que amanhecem 
Sem Ter que haver madrugada. 

E a mão do seu braço branco 
Assenta em palmo espalhado 
Sobre a saliência do flanco 
Do seu relevo tapado. 

Apetece como um barco. 
Tem qualquer coisa de gomo. 
Meu Deus, quando é que eu embarco? 
Ó fome, quando é que eu como ? 

Fernando Pessoa, in "Cancioneiro"



10 comentários:

  1. Respostas

    1. Dreamcatcher

      O toque do mestre.


      Beijos sem surpresa
      (^^)

      Eliminar
  2. http://www.youtube.com/watch?v=E_8IXx4tsus
    Sei que gostas !
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Ricardo Santos

      Cresci pelos 70's e pelos 80's... era impossível não gostar de David Bowie.


      Beijos na tua Pessoa!
      (^^)

      Eliminar
  3. Respostas

    1. Pedro Coimbra

      A beleza de uma mulher vai sempre bem com poesia!


      Beijinhos poéticos
      (^^)

      Eliminar
  4. Cheguei tarde, mas ainda vim a tempo.
    Damn......!

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Mg

      Mas afinal já te decidiste?
      Chegaste tarde, ou chegaste a tempo?
      Eu também só cheguei agora... e julgo ter vindo muito a tempo de te dar as boas vindas aqui ao estaminé.

      Fica bem
      (^^)

      Eliminar
    2. Havendo vagar, como dizem os de mais idade, chegamos sempre a tempo.
      Haja vontade.
      As boas vindas dão-se com uma mini na mão. Onde posso recolher a minha?

      Eliminar
    3. Estás com sorte... ainda ontem fui às compras e reabasteci a despensa com umas quantas iguais a esta: http://www.hipersuper.pt/2011/02/28/sagres-reforca-comunicacao-da-mini/sagres-mini/

      (^^)

      Eliminar