sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

AUREA - "Scratch My Back"...




...  esta mulher é um poço de sensualidade!




46 comentários:

  1. Respostas
    1. :))))))))))))))))))))))))))))))))))))))

      Eliminar
  2. Uma vez mais se confirma. O que é Nacional é bom!
    e já agora... uma voz maravilhosa ;)

    1Beijo e um óptimo 2013

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. opusdesiderium

      Sem dúvida que temos de puxar mais por aquilo que é nosso (mesmo que não nos expressemos na língua de Camões).

      Obrigada pelos teus votos.
      Um bom ano para ti também.

      Um beijo
      (^^)

      Eliminar
  3. Gosto imenso...ainda há pouco cantava o refrão dessa música. Tem uma voz fabulosa:)

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. AC

      Esta mulher faz o que quer da voz.
      Passa no Pequenos Prazeres Musicais, caso ainda não tenhas visto este vídeo:
      http://pequenosprazeresmusicais.blogspot.pt/2012/12/aurea-live-lisbon-coliseum-witch-song.html

      Beijinhos Meu Amor.
      Bom Ano!
      (^^)

      Eliminar
  4. É verdade, sim senhora! E canta muito bem. Quando a ouvi cantar "Too busy for me" fiquei absolutamente rendida!

    Beijinhos e boas entradas em 2013.

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Graça

      Estava agora a tentar lembrar-me qual foi a primeira vez que ouvi a Aurea cantar... mas já não me lembro com que música.

      Obrigada minha querida, votos de um Bom Ano!
      Beijinhos
      (^^)

      Eliminar
  5. Desde que a ouvi falar nunca mais a vi nem ouvi da mesma forma... Coisas... ;)

    Beijos jazzísticos.

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Malena

      Da próxima vez que a ouvir falar vou por-me atenta.


      Beijos (com saudades tuas)
      (^^)

      Eliminar
  6. Sobre esse particular não tenho opinião formada, pelo que não me manifesto! Quanto à voz é uma maravilha, sim!
    Lamento é que a Aurea apenas cante e encante na Língua de Shakespeare.
    Pronto, mas hoje é a segunda vez que a oiço, vá lá, vá lá!:))

    Beijinhos sem sensualidade, mas com amizade.

    Feliz 2013, Afrodite! Com tudo o que mais desejares.:)

    *:-) *:-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A mania do Anglo-saxónico... A língua portugesa está cada vez mais desprezada ! :(

      Eliminar

    2. Janita

      O nosso amigo Luciano sugeriu... e eu achei que ficava bem aqui a foto da capa do seu mais recente álbum.
      Sensualidades à parte,o que importa é que ela é muito boa intérprete e tem a capacidade de representar o nome de Portugal no estrangeiro, mesmo cantando em Inglês.

      Beijinhos minha querida, um excelente ano para Ti também.
      (^^)

      Eliminar

    3. Ricardo

      Desta vez não concordo contigo. Acho que a "mania" de cantar em inglês já se verificou mais no passado do que agora.

      Beijinhos em Português
      (^^)

      Eliminar
  7. Tudo pelo melhor
    a resistir

    contra o silêncio

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Mar Arável

      Para ti também... e obrigada pelo carinho.

      Bom Ano.
      Beijinhos
      (^^)

      Eliminar
  8. É muito sensual...A voz também é excelente, é muito melhor a cantar do que a falar. O gosto pelas letras é que não compreendo, apesar de não me importar nada de lhe atender o telefone ou arranhar as costas ;-)

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Tio

      É claro que não te importavas. Tu és um cavalheiro... daqueles que já não abundam por aí!


      Muito beijinhos meu querido... e Bom Ano!
      (^^)

      Eliminar
  9. Se a moça não quem lhe coçe as costas sempre pode comprar daquelas "garras" de madeira que são para isso.Ou ela que as coçe...E está o assunto resolvido.

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Inês

      Sabes uma das razões porque gosto de ti? É que acima de tudo és uma mulher prática e sem papas na língua!

      Adoro-te!
      Beijinhos e Bom Ano!
      (^^)

      Eliminar
    2. Grande calinada que dei...onde falta a palavra tem antes de quem. Já sabes que sou prática e digo o que tenho a dizer...Adiante: com tanto comentário que para aqui houve, fiquei a perceber a tradução idiomática do "coça-me as costas".

      Eliminar
    3. Grande calinada que dei...falta a palavra tem antes de quem. Já sabes que sou prática e digo o que tenho a dizer...Adiante: com tanto comentário que para aqui houve, fiquei a perceber a tradução idiomática do "coça-me as costas".
      (isto de escrever comentários e ver tv não dá um resultado muito bom).

      Eliminar
  10. Respostas

    1. Rogério

      Jogo de cintura também... a escola da vida!


      Beijinhos e tudo de bom neste Novo Ano!
      (^^)

      Eliminar
  11. Gosto da voz! Que bem que sabe coçarem-me as costas!
    Estou de acordo com a Malena... a "piquena" a falar ?... pois não se pode ter tudo. Sensualidade também não lhe falta, mas prefiro ver umas meias de seda pretas, com o mesmo desenho, do que as tatuagens nas pernas. Sou velho é o que é !!! :))

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Ricardo

      Também prefiro meias a tatuagens, porque... as meias podem-se despir!


      Beijos tatuados
      (^^)

      Eliminar
  12. Tem uma voz maravilhosa, não há dúvida. Mas, não sei porquê, não vou muito com a cara dela.
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Sonhadora

      Para quem vive da música, a voz é sem dúvida o mais importante!

      Beijinhos e um excelente Ano!
      (^^)

      Eliminar
  13. Respostas

    1. amiga da onça

      Como nós nos entendemos bem! (^^)


      Beijinhos linda, Bom Ano!

      Eliminar
  14. Esteve aqui há bem pouco tempo e encantou.
    Beijinhos e votos de um Maravilhoso 2013!

    ResponderEliminar
  15. Um poço não concordo, tem "alguma" sensualidade, falta-lhe qualquer "coisa" para ser "poço" (até parece que estou a falar com o Ambrósio):):)
    Abracinho meu!

    ResponderEliminar
  16. Ora aí está a prova provada que é preciso arte e talento para se cantar na língua de Camões e de que em inglês qualquer coisa coisa banal fica bem. Se isto fosse cantado em português, daria uma boa música pimba. Depois do "Cú duro" do José Malhoa, já antevejo o Emanuel a cantar coça-me as costas... ;-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Discordo por completo. E nem me vou dar ao trabalho de explicar o porquê. Mais vale dizer que não gosta da moça.

      Eliminar
    2. L.O.L.... Pode discordar e não precisa "dar-se ao trabalho de explicar" até porque por motivos que se prendem com a minha profissão (a música) sei bem do que falo. Se reparar não teci qualquer comentário ao talento da artista porque me parece óbvio e inegável, acrescentarei ainda que além de esta ser uma das minhas artistas preferidas sou amigo pessoal de alguns dos músicos que compõem o núcleo duro da banda que a acompanha. Como vê não existe nenhum preconceito em relação à artista ou à sua música. O meu comentário foi apenas e só no sentido da letra e da língua em que é cantada e nesse capitulo... Sim é muito mais fácil cantar em inglês do que em Português.

      Eliminar
    3. Pela minha parte não sei nada sobre ela. Apenas sei que tem inegável talento por aquilo que vi em alguns vídeos dela. Ah. Não trabalho actualmente com a música mas fui professor de guitarra clássica durante a década de 90. A minha música, na verdade, até é outra. 40 anos dedicados ao Jazz e à música clássica. Percebo bem que existe aqui um certo comercialismo mas daí ao PIMBA vai um passo gigantesco. Gigantesco mesmo.

      Pode-me ver aqui a tocar:

      http://ocantinhodomestre.blogspot.pt/2012/02/desafio-musical-n-16.html

      Eliminar
    4. L.O.L. Amigo parece que não no entendemos na língua de Camões, não disse que a música era pimba. Disse que a letra era banal e a ser traduzida seria uma música pimba. Disse também que o talento é inegável e que esta é uma das minhas artistas favoritas e mais não digo porque não me tornei bloguer para alimentar querelas. ;-)

      Eliminar
    5. Querelas nunca. Rsrsrsrs:-)
      Um abraço

      Eliminar
  17. Caros... espero que não levem a mal comentar... mas passei aqui por acaso enquanto procurava no google informação acerca do último concerto da Aurea no Vietname. E tenho só uma coisa a dizer em relação a esta discussão da letra poder ser "pimba" (porque acho que a música é impossível alguém na sua perfeita consciência e mínimo conhecimento achar isso...). Confesso que não sou propriamente grande dominador da língua inglesa... e sempre pensei fosse estranho para um projecto com o nível da Aurea haver um refrão a dizer "coça-me as costas". Até que no ano novo estava em Nova Iorque em casa de uns amigos e mostrei a música... e aí eles, americanos, me explicaram que o significado de "scratch my back" não tem nada a ver com "coçar" rigorosamente nada... Eles adoraram a letra, e explicaram que o refrão é uma abreviatura "if you scratch my back i scratch yours" que é uma frase do tipo ditado deles, com significado aproximado ao nosso "uma mão lava a outra". E perguntaram como é que eu achei que significava mesmo "coça-me as costas" com toda a letra que há a explicar tudo antes de chegar o refrão?? E aí eu rendi-me a minha ignorância... realmente, toda a letra (e até o vídeo) explica tudo muito bem, e é uma crítica irónica e inteligente ao "chico-espertismo" e ao factor C, como aliás até no vídeoclip fica bem claro. Por isso muito cuidado com o "traduzir" para português... porque há expressões que não podem ser traduzidas à letra. Seria como traduzirmos "vai dar banho ao cão" para inglês "go shower your dog"... estaria também incorrecto. E a partir daqui... passei a admirar ainda mais a Aurea! Um abraço a todos e bom ano.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sei que isto que vou dizer é um tanto ou quanto despropositado! Mas lembrei-me do "Coça, coça a barriga" do grande Fausto! De pimba também não tem nada! :)

      Eliminar
  18. Caros pela minha parte encerro o tema... Curioso que o meu comentário que se se sustenta no elogio da nossa língua (O Português) e de quem o canta, tenha sido interpretado por alguns espíritos como um comentário contra a cantora e a sua música de quem eu afirmei gostar e de quem disse ser uma das minhas favoritas. Quanto a si [loduvicoCR] alegro-me que o meu comentário o tenha feito iniciar um perfil para a defesa de uma tese tão rebuscada, obrigado pelo elucidar da tradução e da expressão que eu próprio conheço muito bem. Enfim... anos de Berklee College of Music em Boston. Quanto ao dizer que só alguém que não percebe nada do assunto pode afirmar que a letra é pobre (pese embora o facto de eu gostar imenso e reforço o GOSTO MUITO) não posso no entanto dizer que seja elaborada, é uma letra banal (na minha modestíssima opinião) mas nem por isso deixa de ser uma grande música. Neste fórum de que me tornei escritor para manter o anonimato, não apresentarei curriculum mas se o fizesse seria vasto. Como músico, maestro, compositor... é verdade, se falamos de música, digamos apenas que sei bem do que falo. Para terminar reitero tudo o que disse por questões que se prendem com a fonética, estrutura silábica e a complexa engenharia da nossa língua. É preciso talento para cantar em PORTUGUÊS. Isso não diminui quem canta em Inglês, mas facilita muito o caminho. É A MINHA OPINIÃO!! Bom ano a todos!

    ResponderEliminar
  19. Realmente ela tem um charme e um encanto unico. A voz e a forma como ela se mexe deixa-me rendido
    Mil beijos e segue o meu blog pois estou a seguir o teu

    ResponderEliminar
  20. Super sensual, concordo... embora não goste dessa nova música.

    ResponderEliminar
  21. Ludovico, a sua explicação é extensa e muito completa, obrigado. Reafirmo no entanto o que disse. Contrariamente ao que aconteceu com outros músicos grandes, que interpretaram temas com o mesmo nome (Slim Harpo, mais tarde revisto por Otis Redding, entre outros, a única pessoa a que eu não me importava de dar uma arranhadela nas costas é a Áurea...A voz é tão boa e ela é tão sensual que se lhe perdoam essas letras menos ricas...Penso que foi isso que todos quisemos dizer.

    ResponderEliminar